Páginas

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Parachute


Com o dia dos namorados tão próximo e postagens que, de alguma forma, envolvem romance, nada mais justo que falar hoje sobre uma banda que é um verdadeiro amor.
Parachute é uma banda de rock estadunidense que conheci alguns anos atrás, por um acaso, e logo me encantei pelas letras, a sonoridade e os clipes completamente românticos. Não é de meu interesse fazer uma biografia da banda, mesmo porque mal sei o nome de cada um dos integrantes. Inclusive acho simplesmente patéticas aquelas pessoas que acreditam que ser fã de um artista é ser um wikipedia ambulante, conhecer todas as músicas, saber dados pessoais de cada um dos integrantes, conhecer cada fofoquinha relacionada não só aos artistas, mas as pessoas ligadas a ele.
Eu acredito que a partir do momento que conhecemos um artista e nos interessamos por sua pessoa, certamente iremos procurar informações sobre ele. E depois de assistir entrevistas, documentários e afins saberemos involuntariamente algumas coisas relevantes. No entanto, isso não é requisito básico para se dizer fã. Inclusive fanatismo de qualquer tipo me desagrada. Por que não simplesmente apreciar uma coisa?
Pois bem, aprecio o trabalho da banda Parachute e aqui irei apresentar algumas de minhas músicas preferidas e falar sobre suas letras, clipes ou o que elas representam para mim.

She is Love

Essa é a primeira música que ouvi da banda e me encantei imediatamente. A música é calma, simples e romântica. Não precisa ser apelativa para ser intensa e por isso até mesmo o clipe acompanha essa adorável simplicidade. A letra é basicamente sobre alguém especial, querido e que faz toda a diferença na vida do autor. A versão acústica também é de tirar o fôlego! Meu trecho favorito é o seguinte:
Bem, eu tive meus caminhos, todos foram em vão,
Mas ela esperou pacientemente.
Isso foi sempre o mesmo, todo meu orgulho e minha vergonha
E ela colocou meus pés no chão 

Kiss me slowly

Essa é outra das músicas mais conhecidas e românticas da banda. O clipe é novamente simples, mas eu simplesmente adoro os olhos belíssimos e sinceros do vocalista ao decorrer dos minutos. A letra novamente fala sobre amor, mas eu particularmente não a acho tão romântica quanto a anterior (mesmo que seja a preferida de muitos). She is Love me remete a um amor simples, tranquilo, que não faz muito barulho nem estrago. É aquele sentimento de amor que temos por alguém e que nos faz muito bem, faz com que tenhamos prazer em continuar o amando. Já Kiss me Slowly me faz pensar em um amor um pouco mais agitado, daqueles que a gente realmente não liga se vai dar certo ou não... Apenas estar ao lado de quem se ama é suficiente. Ao mesmo tempo esse alguém que é tanto amado é perseguido pelo medo, talvez de ser magoado novamente ou de se envolver em geral, e está sempre fugindo.

Quartos separados e corações partidos
 Mas eu não vou ser aquele que deixa você partir

The mess I made

É de longe a minha preferida da banda! Cada vez que o vocalista canta um "you" no clímax da música, eu sinto como se meus ouvidos não pudessem captar nada mais divino. E é nessa parte que a canção ganha mais intensidade e a partir daí é impossível não se sentir tocado de alguma forma. A canção, o vocal, a letra... Tudo é extremamente belo e cheio de paixão, e isso atinge a qualquer pessoa que tenha um pouco mais de sensibilidade. A letra é sobre alguém que pisou na bola, mas está tremendamente arrependido. Quem nunca pensou "eu deveria ter feito aquilo" alguma vez? E é nessas eventuais hesitações que deixamos várias oportunidades passarem e tudo o que nos resta a fazer é pensar sobre o que poderia ter acontecido se tudo fosse diferente. Além disso, o mundo dá voltas, as pessoas mudam e seus amores também. Às vezes deixamos de valorizar algumas pessoas por inúmeros motivos, mas depois pensamos que o que perdemos não foi apenas alguém querido, mas talvez a pessoa certa para nós. De qualquer forma, os arrependimentos só servem para nos abrir os olhos e talvez não cometermos os mesmos erros numa próxima vez. Ou errar tudo novamente, porque essa é uma das nossas maiores motivações para viver.

 Deveria ter te beijado lá
 Eu deveria ter segurado seu rosto
 Eu deveria ter visto aqueles olhos
 Em vez de correr para outro lugar
 Eu deveria ter te ligado
 Eu deveria ter dito o seu nome
 Eu deveria ter me virado
 Eu deveria ter olhado de novo
A banda está com um álbum novinho em folha e muitas outras músicas românticas que não caberia a mim postar aqui, uma vez que selecionei minhas canções favoritas. Mas sempre vale a pena dar uma olhada em bandas que podem não ser tão conhecidas, mas que certamente tem seu valor.


 Para quem não se convenceu com minhas palavras, talvez se convença com os belos olhos de Will Anderson, vocalista da banda.



E sobre alguém que eventualmente possa dizer que as músicas de Parachute só falam de amor... Do que seria a música sem os corações partidos ou as pessoas especiais? Lamento lhe dizer, meu amigo, mas tudo nesse mundo é sobre o amor!



Nenhum comentário:

Postar um comentário