Páginas

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Ghost stories [Music]


Comprei o último do CD do Coldplay há algum tempo, mas ainda não tinha encontrado a oportunidade para falar sobre ele por aqui. O álbum se chama Ghost Stories e o nome não é a única coisa interessante sobre o mais novo trabalho da banda. Tenho que confessar: estou viciada. Escuto durante o dia, durante a noite, no carro, na hora de dormir... E ainda não me cansei.


Houve muitas críticas em relação a esse novo álbum e o conceito que ele apresenta. Muitos fãs e não fãs andavam dizendo que as canções eram muito melancólicas e não condiziam com os trabalhos mais recentes do Coldplay. Estão certos em alguns aspectos: as músicas são, sim, muito melancólicas. Mas isso não deve ser visto como algo pejorativo. São, também, um pouco diferentes dos trabalhos mais recentes da banda, que eram canções mais animadas. Mas qualquer um que os acompanhe desde o início da carreira sabe muito bem que o que difere de todo o trabalho já feito por eles até agora não é a melancolia do Ghost stories, mas as músicas animadas e com refrões chicletes que eles andavam fazendo. Também não digo isso de maneira pejorativa, mesmo porque algumas dessas músicas como Paradise ficaram muito famosas e tocavam em tudo quanto é lugar, trazendo mais popularidade à banda. Mas Coldplay, desde o princípio, foi uma banda com músicas mais lentas e letras sensíveis, sendo elas tristes ou não. Esse sempre foi o diferencial da banda.


Basta pegar canções como A message ou The Scientist para perceber que Ghost stories não foi um álbum tão diferente e inesperado assim. Os trabalhos da banda podem ir mudando e evoluindo com o passar do tempo, mas a essência permanece a mesma. E por mais que uma porção de gente me apedreje por isso, considero Ghost stories o melhor álbum da banda feito até hoje.


É claro que não se pode competir tão facilmente com canções poderosas como Yellow, Fix you e vários outros sucessos da banda. Mas acredito que o álbum contenha músicas quase tão poderosas e marcantes quanto as citadas acima. A banda está experimentando coisas novas e isso é claro em cada uma das canções: as letras podem não parecer tão diferentes assim, mas as melodias definitivamente são inovadoras. É por isso que também nos fazem experimentar as mais diversas sensações ao ouvi-las.


Always in my head



Eu penso em você
Eu não tenho dormido
Eu acho que consigo
Mas eu não consigo esquecer
Meu corpo se move
Vai para onde eu quiser
Mas, embora eu tente, meu coração continua parado.
Ele nunca se move
Só não sai do lugar
E a minha boca saliva para ser satisfeita
E você está sempre na minha cabeça
Você está sempre na minha cabeça
Isso
Eu acho
É pra te dizer que te escolhi
De todo o resto


Magic
Magic é a mais conhecida do álbum e tem um clipe lindo! Definitivamente uma canção belíssima e um dos meus clipes preferidos da banda.


Chame de mágica
Chame de verdade
Eu chamo de mágica
Quando estou com você
E eu acabei de ser quebrado
Quebrado em dois
Mas ainda chamo de mágica
Quando estou perto de você
Chame de mágica
Me corte em dois
E com toda sua mágica
Eu desapareço de vista
E não consigo superar
Não consigo te superar
Continuo chamando de mágica
Como uma joia preciosa
Quero cair, cair bem longe
Eu quero cair, cair com força
E eu chamo isso de mágica
E eu chamo de verdade
Eu chamo de mágica
E se você me perguntasse
Depois de tudo que nós passamos
Se ainda acredito em mágica
Sim, acredito
Claro que acredito


Ink


Fiz uma tatuagem que diz "Juntos pela vida"
Esculpi seu nome com o meu canivete
E você se pergunta se quando você acordar vai ficar tudo bem
Parece que há alguma coisa quebrada por dentro
Tudo o que sei, tudo que eu sei
É que estou perdido sempre que você vai
Tudo o que sei é que eu te amo demais
Tanto que dói
Tenho uma tatuagem e tudo bem se doer
Só queria uma maneira de mantê-la dentro de mim
Tudo o que sei, tudo que eu sei
É que eu estou perdido em seu fogo
Eu vejo a estrada e começo a subir
Vejo que suas estrelas começam a brilhar
Eu vejo suas cores e estou morrendo de sede
Tudo o que sei é que te amo tanto
Tanto que dói


True Love

Por um segundo, eu estava no controle
Havia conseguido, mas agora perdi
E o tempo todo o fogo se acendia
E eu queria que tivesse me deixado saber
O que realmente estava acontecendo
Te perdi agora, você me deixou ir
Mas pela última vez
Lembre-se do tempo
Em que eu era seu e você era cega
O fogo brilhava em seus olhos
E nos meus
Então diga que você me ama
E se não me ama, então minta
Minta para mim
E chame isso de amor, amor verdadeiro


Midnight


Na escuridão antes do amanhecer
No turbilhão da tempestade
Quando eu estou rolando com os golpes
e a esperança se foi
Deixe uma luz, uma luz acesa
Milhões de milhas de casa
Mergulhado no turbilhão
Quando eu estou rolando com o trovão
Deixe uma luz, uma luz acesa
Na escuridão antes do amanhecer
Deixe uma luz, uma luz acesa

Another's arms


Tarde da noite assistindo TV
Costumava ser você aqui ao meu lado
Costumava ser seus braços em volta de mim
Seu corpo no meu corpo
Quando o mundo não significa nada pra mim
Em outros braços
Quando a dor apenas me rasga diretamente
Em outros braços
Tarde da noite assistindo TV
Costumava ser você aqui ao meu lado
Há alguém lá para me atingir?
Ou alguém lá para me encontrar?
Quando a dor apenas me rasga diretamente
Em outros braços
E isso é apenas tortura para mim
Em outros braços
Puxe-se para dentro de mim
Em outros braços
Tenho que te puxar para perto de mim
Em outros braços
Tarde da noite assistindo TV
Gostaria que você estivesse aqui ao meu lado
Gostaria que seus braços estivessem em volta de mim
Seu corpo no meu corpo


Oceans
Já comentada por mim aqui anteriormente, essa é uma das minhas favoritas da banda (se não a favorita). A letra, a melodia, a voz doce e suave... Tudo contribui para que seja uma canção linda, melancólica e capaz de despertar muitos sentimentos.


Espero pelo seu chamado, amor
A ligação nunca veio
Pronto para seguir
Pronto para reivindicar
Estou pronto para tudo isso, amor
Estou pronto para a mudança
Me encontre debaixo do sol
Me encontre de novo, na chuva
Atrás das paredes, amor
Estou tentando mudar
Estou pronto para isso tudo, amor
Estou pronto para a dor
Então me encontre debaixo dos céus azuis
Me encontre de novo, na chuva
Você tem que se encontrar sozinha nesse mundo

Você tem que se encontrar sozinha

A sky full of stars
Outra música do álbum que tem se tornado muito popular. A maioria das pessoas acharia que essa é a melhor canção do Ghost stories, mas minha opinião é exatamente o contrário. Não gosto da pegada mais eletrônica da música e acredito que destoa muito do restante do álbum, mas não é necessariamente ruim. É só a que eu menos gosto.


O
A última música do CD e com um título um tanto quanto enigmático. É outra que já entrou para minha lista das preferidas da banda. Essa música é tão delicada, simples e apaixonante... Ouvi-la me traz as mais variadas emoções, sensações calmas, quentes e boas. Exprime exatamente como a música pode ser bela, sensível e tocar profundamente aqueles a que ela alcança.


Um bando de pássaros
Pairando acima
Apenas um bando de pássaros
É assim que você pensa no amor
E eu sempre
Sempre olho para o céu
Rezo antes do amanhecer
Porque eles sempre voam
Às vezes, eles chegam
Às vezes, eles se vão
Voam
Um bando de pássaros
Pairando acima
Em meio à fumaça, me viro e me elevo
Seguindo-os
Ainda assim
Sempre olho para o céu
Rezo antes do amanhecer
Porque eles sempre voam
Num minuto eles chegam
E logo depois se vão
Eles Voam
Voam
Então voe, vá
Um dia talvez eu voe ao seu lado
Então voe, vá
Um dia talvez eu possa voar com você
Voe

Para aqueles que torceram o nariz à primeira vista, que acham que Coldplay já teve melhores trabalhos ou qualquer coisa do tipo, não custa nada dar uma chance às coisas novas feitas por eles. Talvez na primeira vez cause estranhamento, mas depois de ouvir algumas vezes e se permitir sentir cada uma das músicas, suas ideias mudem. E se continuarem com o mesmo pensamento negativo anterior, basta ter consciência de que tudo se trata de gosto, e que muitas outras pessoas, como eu, acharam o CD simplesmente fascinante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário