Páginas

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Keraton Hard Colors / Exotic Colors [Hair]

Desde a minha última postagem sobre cabelos aqui eu já voltei a pintá-lo pelo menos três vezes. Então venho relatar minha experiência com tintas, marcas e colorações específicas, e o sofrimento eterno de nós que amamos os cabelos coloridos. Sofrimento para que a tinta pegue e fique meramente parecido com o que temos na cabeça (principalmente pra quem tem cabelos escuros como eu) e sofrimento pelos comentários muito idiotas que ouvimos todos os dias por causa desses cabelos (o que fica para uma próxima postagem).
Meu cabelo, depois de pintado de rosa, estava descorando e puxando bastante para o vermelho. Chegou a um ponto que não havia mais nenhum vestígio do rosa e, como eu já pintei o cabelo de vermelho milhões de vezes, eu já não estava mais suportando a cor. Radicalizei: cobri o cabelo com tinta castanho escuro (que fica preto mesmo) e puxei uma única mecha colorida. Obviamente tive que descolorir (mesmo que ainda estivesse vermelha por causa da tintura anterior, mas o tom que eu queria só pegaria num cabelo muito claro). Então comprei novamente uma tinta da Keraton Hard Colors porque havia gostado da marca, e escolhi o tom Indie Blue. Sem rodeios: foi um desastre. O cabelo ficou uma mistura de cores que envolvia tudo, menos azul. Ficou basicamente cinza, quase branco, mas acabou me agradando muito (já que vinha querendo esse tom há um tempo, mas não achava a tinta certa). Não sei bem o que aconteceu, mas já superei.

Imagem da internet.

Resultado.

Então depois de algumas lavadas o acinzentado sumiu e deu lugar àquele loiro de cabelo descolorido. Ainda fissionada com o azul, ganhei de uma amiga uma tinta da Exotic Colors Azul Puro Escuro e decidi tentar. Ela também usava e dava muito certo. Além disso, eu já conhecia a Exotic e já havia visto muitos comentários positivos sobre a marca, que é brasileira. E o melhor: nada cara e com um leque muito amplo de opções (um verdadeiro sonho). E deu muito certo! A cor pegou rápido, ficou um azul escuro muito bonito e depois de descorando, adquiriu um tom de verde água que me encantou. A tinta tem ótima duração, já que fiquei um bom tempo sem retocar a mecha. 

 Imagem da internet.


Resultado.

E agora já numa onda totalmente Exotic, quis mudar radicalmente de novo. Comprei a Exotic Rosa Sakura. Pintei de loiro toda a parte de trás do meu cabelo, deixei a parte de cima e da frente basicamente preta (que era a cor que 90% do meu cabelo estava) e puxei algumas mechas bem na frente com o Rosa Sakura, que ficou completamente roxo! Novamente a tonalidade me surpreendeu, mas de um jeito positivo. Eu já sabia que esse era um tom de rosa mais puxado pro violeta, mas não pensei que fosse tanto. Acho que isso varia de cabelo para cabelo e se deve principalmente ao fato de que o meu já foi pintado tantas vezes, que ele já não fica descolorido até o loiro palha e nem uniforme, então sempre fica uma mistura louca de cores! E uma dica importante: se você planeja fazer algo diferente com seu cabelo no futuro, não o pinte de vermelho no presente! Quando descolori, foi uma verdadeira luta para amenizar o vermelho que voltou muito forte, mesmo que eu tenha pintado há algum tempo. Vermelho é chato de cobrir (mesmo passando preto, algumas rajadas de vermelho ficam) e principalmente chato de fazer ir embora. No fim deu tudo certo, e agora que o roxo já começa a desbotar, a maior parte está ficando o rosa esperado mesmo. Melhor assim. 

 Imagem da internet.



Resultado.

Já pensando qual será minha próxima cor...

Atualização: a marca Exotic não existe mais! Uma pena :(

Nenhum comentário:

Postar um comentário