Páginas

quinta-feira, 31 de julho de 2014

The Veronicas [Music]


The Veronicas é uma banda australiana formada pelas gêmeas Origliasso (Jessica e Lisa) em 2004. As duas me encantaram pela primeira vez que as vi no clipe de Untouched, que tem uma pegada mais sombria, embora a canção seja bastante pop. Além do visual interessante, com gêmeas idênticas (que se tornaram não tão idênticas assim com o passar dos anos), roupas pretas e maquiagem pesada e um galã de tirar o fôlego, a música também me surpreendeu por ser tão pop, mas ao mesmo tempo alternativa, com aqueles refrões que grudam na cabeça, mas com um quê de rock mesclado. As vozes das duas são doces e têm surpreendente harmonia, o que torna o vocal muito marcante. De qualquer maneira, The Veronicas gosta de ser visto como uma banda, e não como uma simples dupla de garotas. Eles acreditam terem tudo que uma banda precisa, então qual seria o problema, certo?

Lindas, com um de seus visuais que mudam constantemente.

Eu simplesmente adoro ver Jess e Lisa juntas. As duas parecem tão unidas e passam uma sensação de cumplicidade muito grande em seus shows e nas harmonias de cada música. As duas, além de irmãs, parecem ser grandes amigas e são, definitivamente, muito talentosas. 

Muito fofas :3

The Veronicas abusa do pop rock (às vezes puxando mais para um gênero do que o outro). Um de seus diferenciais são as composições: as músicas conseguem passar de algo dançante e animado a algo profundo e emocionante num piscar de olhos e de maneira muito sutil. As letras são sempre muito bem escritas e cada uma possui uma história diferente, com sentimentos bem trabalhados e que vão desde dramas adolescentes a histórias de amor mais tocantes e profundas, além de outros temas que não tratem necessariamente de romance.

Lisa e Jess





Untouched
Untouched foi a primeira música que conheci da banda e que abriu as portas para que eu pesquisasse mais a respeito, e conhecesse mais profundamente. O clipe é o meu favorito, com toda a sua estética teen e sombria. 



Não posso mentir
Me dê o que você tem
Porque eu não posso esperar mais
Nem sequer fale da consequência
Porque agora mesmo você é a única coisa que está fazendo sentido para mim
E eu não dou a mínima para o que eles dizem ou o que eles pensam
Porque você é o único que está no meu pensamento
Nunca vou te permitir me deixar
Vou tentar parar o tempo para sempre
Nunca quero ouvir você dizer "adeus"
Ver você, respirar você, eu quero estar com você
Você pode ter tempo
Para viver do jeito que você quiser viver sua vida
Me dê tudo de você, não tenha medo
Nem sequer pense sobre o que está certo ou errado
Porque no final será apenas você e eu
E ninguém mais vai estar por perto
Para responder todas as perguntas deixadas para trás
E você e eu somos feitos um para o outro
Então mesmo se o mundo desabar hoje
Você ainda vai me ter aqui para te levantar
E eu nunca vou te decepcionar
Eu me sinto tão intocada
E eu te quero tanto
Que eu não consigo resistir a você
Não é o suficiente dizer que eu sinto sua falta
Eu me sinto tão intocada agora mesmo
Preciso tanto de você de alguma forma
Eu não consigo te esquecer
Fui enlouquecendo desde o momento em que te conheci

Mouth Shut
Mouth Shut é uma das minhas músicas preferidas de The Veronicas. A letra é, provavelmente, o que mais me cativou e com a qual me identifico bastante. 


Fiquei de boca fechada desde o início
Acho que te deixei no escuro
Você achava que me conhecia, mas não conhece
Você diz que me ama, mas não amará
Quando descobrir quem eu sou
Fiquei de boca fechada por muito tempo
Todo esse tempo você me entendeu errado
Agora estamos neste caminho muito longe
E estou prestes a quebrar seu coração
Acabar com tudo que nós tínhamos
Não ficarei mais de boca fechada
Tive a minha vez de fechar as portas
E agora sei que não estou com medo
Sei exatamente o que você vai dizer
Mas, "desculpe-me", é tarde demais
Guardei isso tudo dentro de mim esse tempo todo
Pensei que poderia fazer dar certo, se eu tentasse
Mas sinto admitir que eu tenho vivido uma mentira
Porque estou me sentindo perdida
Quando estou nos seus braços
As razões se foram
Porque eu estava me apoiando em você
Eu tentei tanto
Ser a única
Eu não gosto de quem me tornei
Fiquei de boca fechada por muito tempo
Agora eu sei que foi errado
Eu deveria ter te contado desde o início
Que isso não era para durar
Nunca deveríamos ter ido tão longe
Nunca mais ficarei de boca fechada

Revenge is Sweeter (than you ever were)
Essa música é simplesmente viciante. Os vocais transmitem toda a intensidade presente na letra, misturando raiva, mágoa e outros sentimentos complexos num ritmo animado e dançante. É um interessante contraste.



Eu vi aquilo nos jornais
Você me disse que eles estavam errados
E eu te apoiei
Porque eu acreditava que você fosse o único
Você teve todas as chances do mundo
Para me deixar saber a verdade
O que diabos há de errado com você?
Eu estou tão brava com você agora
E eu não consigo nem sequer achar palavras
E você está afundando
Eu mal posso esperar ver você queimar
Você tenta me fazer odiar aquela garota
Quando eu deveria estar odiando você
O que diabos há de errado com você?
Nada pode te salvar agora que está acabado
Eu acho que você vai descobrir quando você não for ninguém
Não diga que você sente muito agora, porque eu simplesmente não me importo
Nada pode te salvar agora
Você sequer está escutando quando eu falo com você?
Você sequer se importa com o que eu estou passando?
Os seus olhos encaram, e eles olham através de mim
Você está bem ali, mas é como você nunca tivesse me conhecido
Você sequer sabe o quanto isso dói?
Que você desistiu de mim para ficar com ela?
Vingança é mais doce do que você jamais foi

Nobody Wins 
Outra música de tirar o fôlego! Novamente o ponto forte dessa música é a letra, melancólica e bonita. A melodia é igualmente trágica, o que faz da canção, como um todo, muito tocante.


Fique de cabeça erguida
Você nunca está errado
Em algum lugar do lado certo você pertence
Você preferiria lutar do que ir embora
Que maneira solitária de respirar o ar
Que maneira rude de dizer que você se importa
E agora nós fomos longe demais para eu salvar
E eu nunca pensei que chegaríamos a esse ponto
Procurando pela verdade nos seus olhos
Me encontro tão perdida pra ser reconhecida
A pessoa que agora você diz ser
Não sabe quando parar ou quando começar
Você está tão apegado a quem você é
E agora você está muito alto para eu poder ver
Eu nunca pensei que chegaríamos a esse ponto
Você nunca se desculpa
Tente dizer que me ama
Mas não me culpe por isso
Talvez haja beleza no adeus
Agora você se vira, você preferiria lutar a ir embora
Não restaram razões para tentar
Agora foi longe demais, olhe onde estamos
Você me afasta
Outro dia escuro
Perdi a conta das razões pra chorar
Agora olha o que você perdeu, vivendo assim
Ninguém ganha

In another life
Uma das músicas mais lindas que já ouvi e a minha preferida de The Veronicas. A música é linda em todos os sentidos possíveis: a melodia, o vocal, a letra... A maneira com que é cantada, de forma melancólica e delicada, dá vida à letra, que conta uma trágica história de amor. É simples, mas essa simplicidade é justamente o que faz com que essa música seja tão emocionante. 


Eu te conheço desde sempre
Quando você tinha 10 anos, você disse que se casaria comigo
E oito anos depois você me ganhou completamente
quando eu carreguei o mundo em minhas costas
Eu me acostumei a viver sem você, sem aquelas ligações e sonhando com você
Sempre disse que você era o meu homem
Mas eu acho que eu estava apaixonada por sua memória
Eu sei que eu disse que iria manter minha promessa
Eu gostaria de ter te salvado do sofrimento
Mas as coisas nunca irão voltar a ser como eram
Me desculpe, eu não posso ser o seu mundo
O jeito que você está se segurando em mim não me deixa respirar
Deixe-me ir
Não me sinto bem
Deus sabe que eu tentei
Você sabe que eu te amo, amo mesmo
Mas eu não posso mais lutar por você
E sei lá, talvez nós ficaremos juntos novamente, em algum dia
Em outra vida


Essa é uma banda que, além de representar uma fase da minha vida, a adolescência, continua me inspirando e me trazendo boas sensações.



quarta-feira, 30 de julho de 2014

Por que não eu?

Poderia ser qualquer outra pessoa. Poderia ser aquela menina do teatro que te chamava para sair todo santo dia. Podia ser a amiga da sua irmã mais velha, que não conseguia parar de te olhar quando as duas faziam trabalho juntas na sua casa. Podia ser todas as garotas que cruzavam seu caminho, porque você tinha uma espécie de magnetismo sobre elas. Não conheço uma que não tenha se apaixonado instantaneamente. Poderia ter sido eu.
Mas não poderia ter sido sua melhor amiga. Não poderia ter sido a garota mais sem noção entre todas as outras, que te perseguia até os confins do mundo. Não poderia ter sido uma menina que estava sempre brincando e gritando para o mundo o amor por você com um sorriso gigante no rosto. 
Mas essa mesma garota... Era aquela que estivera sempre ao seu lado. Aquela que foi o seu par romântico na peça mais importante da escola e que você teve que beijar. Você sempre foi um ótimo ator. Ela não teve que interpretar muita coisa para fazer aquilo. Aquela com quem você estudou junto para o vestibular. Aquela com quem você iniciou a faculdade no mesmo curso, na mesma sala... Aquela que penteava seus cabelos, te acompanhava nas festas, te arrancava sorrisos quando as lágrimas eram evidentes. Aquela garota que a vida inteira te deu conselhos amorosos, mesmo que aquilo a matasse por dentro, muito lentamente
Então... Poderia ter sido eu, não é? Alguns dias atrás me perguntaram qual era o meu tipo de cara. Minha resposta foi rápida: alto, pálido, olhos azuis, cabelos compridos e negros... E só então me dei conta de que tinha uma imagem bem específica em mente. Não seria mais fácil simplesmente dizer o seu nome?
Eu poderia fazer você feliz. Então... Por que não eu? Todas as noites eu digo a mim mesma que poderia ter sido eu por quem você se apaixonou. E quando você se joga na minha cama, suspirando a cada cinco minutos, eu tenho vontade de me jogar ao seu lado. Quando você agarra aquele ursinho de pelúcia com tanta ternura eu me reviro por dentro... Você poderia me agarrar, ao invés. E quando você diz "eu não sou feito para relacionamentos que dão certo", tudo o que eu quero dizer é que tem razão; você foi feito para mim.
Então, da próxima vez que for lá em casa e eu te preparar um jantar caseiro e delicioso, por que você não simplesmente se senta comigo frente a frente naquela mesinha minúscula e deixa que eu te aprecie a noite toda? Que meus olhos pousem nos seus, e dessa vez serei eu a suspirar. E então, depois, talvez eu possa passar meus dedos entre seus cabelos. Se não gosta da ideia, talvez meus dedos se entrelacem nos seus. E aquela noite... Aquela única noite... Eu te amaria para a vida inteira. Por que não?

terça-feira, 29 de julho de 2014

Secondhand Serenade

 
Secondhand Serenade é o nome do projeto conduzido por  John Vesely. Confesso que por muito tempo acreditei se tratar de uma banda e quando descobri essa preciosa informação não pude evitar ficar um pouco chocada. Esse projeto começou na Califórnia em 2004 e perdura até hoje (e que permaneça durante muitos outros anos!). A marca registrada são as canções extremamente românticas, de maneira que nunca vi algo parecido. O nome escolhido tem relação com as serenatas que John costumava fazer para sua mulher. Mulher essa que devia ser muito sortuda, porque basta dar uma olhada nas letras das músicas para saber que quem as compôs não pode ser menos do romântico e cheio de paixão.
E esse é o maior diferencial. As músicas são, sim, muito marcantes. Tanto que ao ouvi-las associamos imediatamente a Secondhand Serenade pela voz e atmosfera completamente romântica. As melodias são lindas, marcantes e delicadas. O vocal é igualmente belo e agradável aos ouvidos. E as letras são de tirar o fôlego de tão bem escritas e verdadeiras declarações de amor. Algumas escapam desse padrão apaixonado, mas não deixam de ser carregadas de sentimentos e sensibilidade. E é por isso que Secondhand Serenade é a melhor escolha para os apaixonados. Não só aqueles que encontraram uma pessoa especial e estão desenvolvendo fortes sentimentos por ela. Mas para aqueles que podem estar sozinhos, sem nenhuma pessoa específica na mente, mas parecem estar sempre apaixonados (pela vida, pela arte, por si mesmos).
E aqui vai o meu álbum preferido, A Twist in My Story, de 2008. Excelente para ouvir e relaxar e, é claro, se sentir um pouquinho mais cheio de amor:



E aqui algumas das letras mais lindas que definitivamente merecem atenção:

Like a knife

Fiz muita coisa, eu sei que você diz
Tenho que me afastar
"O mundo não é seu para ser tomado"
É tudo o que você sempre diz
Eu sei que não sou o melhor para você
Mas prometa que vai ficar
Porque se eu te ver partir, você vai me ver me desperdiçando
Adeus foram feitos para pessoas sozinhas paradas na chuva
E não importa onde eu vá, está sempre chovendo o mesmo
Essas ruas são cheias de recordações
Tanto perfeitas e cheias de dor
E tudo que eu quero fazer é amar você
Mas eu sou o único culpado 

Mas o que eu sei se você está partindo?
Tudo que você fez foi parar o sangramento
Mas essas cicatrizes vão ficar para sempre
E essas palavras, elas não têm significado
Se não encontrarmos o sentimento
Que nós dois guardamos juntos
Se esforce ao máximo para lembrar 

Fique comigo
Ou me veja sangrar
Eu preciso de você apenas para respirar 

Porque hoje você saiu da minha vida
Porque hoje suas palavras pareceram uma faca
Eu não estou vivendo esta vida...


Fall for you

A melhor coisa dessa noite é
Que nós não estamos brigando
Pode ser que nós tenhamos estado
Desse jeito antes
Eu sei você não acha
Que eu estou tentando
Eu sei, você está se desgastando
Estreitando sua queda
Isso não é o que eu tinha planejado
Eu sempre jurei para você, eu nunca iria desmoronar
Você sempre pensou que eu fosse forte
Eu posso ter falhado
Mas eu tenho te amado desde o começo
Então respire, tão profundamente
Respire-me
Eu sou seu para me manter
E guarde suas palavras
Porque falar é fácil
E lembre-se de mim essa noite
Quando estiver dormindo 

Porque essa noite vai ser a noite
Que eu vou me apaixonar por você
De novo e de novo
Não me faça mudar de ideia
Ou eu não vou viver para ver outro dia
Eu juro, é verdade
Porque uma garota como você
É impossível de encontrar
Você é impossível de encontrar


Your Call

Espero pela sua ligação, estou doente,
Ligue, estou irritado
Ligue, estou desesperado pela sua voz
Estou ouvindo a música que costumávamos cantar
No carro, você se lembra?
Borboletas, começo de verão
Está tocando em reprodução,
Assim como quando nos encontrávamos
Limpo e polido,
estou novo, estou fresco
Sinto tanta ambição,
Você e eu, carne na carne
Pois cada vez que você respirar
enquanto estiver ao meu lado
Trará vida para minhas esperanças mais profundas
Qual é a sua fantasia?
E estou cansado de estar tão sozinho,
E este momento solitário só me faz querer voltar pra casa
Eu sei tudo o que você queria não é tudo que você tem

Porque eu nasci para dizer que te amo
E estou despedaçado para fazer o que devo
Para te fazer minha
Fique comigo esta noite



Qual mulher não gostaria de ouvir tais palavras? 

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Porcelain Black





Porcelain Black é uma cantora estadunidense que teve seu primeiro single estreado em 2011, mas antes disso já havia lançado várias faixas no MySpace, mas com outro nome. Ela não é muito conhecida, mas devia. Tem um visual muito extravagante (sua característica mais marcante é o cabelo metade preto, metade loiro) e já foi ruiva, morena, loira, os dois últimos ao mesmo tempo... Ousar é algo totalmente característico da mulher que também tem muitas tatuagens e lábios muito carnudos. 


Porcelain com um visual mais andrógino e que eu simplesmente amo!



Eu a acho simplesmente linda e muito autêntica. O estilo é extravagante, exagerado e elegante e apesar de cantar pop, ela tem uma atitude muito rock'n'roll. Infelizmente, ela é uma daquelas pessoas que chamam mais atenção pela aparência do que pelo trabalho propriamente dito. De qualquer forma, suas músicas são envolventes, grudam na cabeça e certamente faz muita gente se identificar. Ela definitivamente merece muito sucesso e tem todos os requisitos necessários para conquistar um público ainda maior do que aquele que já a aprecia: talento, personalidade, ousadia, originalidade e uma voz poderosa e que pode levá-la a muitos lugares.
Ruiva.



Maravilhosa e muito ousada!


Como não amar cada uma das fotos dessa mulher?


Esse cabelo lindo (e antigo) de dar muita inveja!

E aqui vai minhas músicas preferidas dessa mulher maravilhosa:

Mama Forgive me

Problemas sempre me aparecem de alguma forma
E eu nem sei como
Porque é a maneira que ele coloca um sorriso no meu rosto
O jeito que ele usa sua boca
Ele é tatuado
Tudo ou nada
Atordoado
Chapado em alguma coisa
Ele é um fumante gostoso e me deixa ofegante
Ele é mau, um garoto malvado
Eu sou má, uma garota malvada
E nós ficaremos malvados hoje à noite
Desobedientes, malcriados, vadios, provocando minha cabeça
Garoto, eu estou pensando em voz alta
Que se foda, eu vou fazer isso novamente
Porque agora não dá mais pra voltar atrás
Por favor, mamãe, me ouça antes de eu pecar hoje à noite
Por favor, mamãe, me ouça ele é apenas uma criança selvagem
Por favor, mamãe, me ouça eu sou uma garota crescida agora
Por favor, mamãe, me ouça
Por favor, mamãe me perdoe
Porque eu quebrarei todas as regras hoje à noite
Por favor, mamãe me perdoe
Ele é tão errado mas ele me ama tão certo



How do you love someone



Mamãe nunca me disse como amar
Papai nunca me disse como sentir
Mamãe nunca me disse como tocar
Papai nunca me mostrou como sarar
Mamãe nunca foi um bom exemplo
Papai nunca segurou a mão da mamãe
Mamãe achou tudo difícil de lidar
Papai nunca agiu como um homem
Eu caminhei quebrada, congelada emocionalmente
Continuei, estando isso errado
Eu era sempre a criança escolhida
O grande escândalo me tornei
Me disseram que não sobreviveria
Mas "sobrevivência" é meu nome do meio
Eu caminhei por volta esperançosa, mas dificilmente enfrentando
Continuei, estando isso errado
É difícil falar, dizer o que está bem lá dentro
É difícil dizer a verdade quando você sempre mentiu
Como se ama alguém sem se machucar?
Como se ama alguém, sem rastejar na escuridão?
Até agora na minha vida, as nuvens têm bloqueado o sol
Como se ama alguém?
Como se ama alguém e fazer isso durar ?
Como se ama alguém sem tropeçar no passado?
Até agora na minha vida, as nuvens têm bloqueado o sol
Como se ama alguém?

Too much of not enough


Você era tudo que eu queria
Mas nada que eu precisava
Falando como se fosse um bebê
Você está agindo como se fosse o melhor
Você deveria estar envergonhado
Você é apenas um reclamão e uma fraude
E, querido, todo o mundo sabe disso
Há uma guerra dentro de sua cabeça
Tão longe enquanto estamos mortos
Você sempre foi tão morno
E você nem sequer percebeu isto
Tropeçando e derrotado
Em voltas e círculos nós vamos
Eu teria lhe escrito uma canção de amor
Mas você teve que ir e me fazer mal
Então escute bem, eu desejo que você visse
Estou farta com os altos e baixos agora
Há uma guerra dentro da minha cabeça
Olha o que você fez
Não há drogas suficientes no mundo
Para alterar minha memória de você
Nem mesmo uma cheirada de cocaína e uma vodka
E uma taça de champanhe branco
Você é muito de não o suficiente
Nenhum motivo resta para confiar
Então acreditar em você quando você diz
Você diz que você vai mudar
Muito de não o suficiente
Então eu tenho que desistir de você
Porque nada vai mudar
Me faz mal uma vez? Que vergonha
Me faz mal duas vezes? Vai se fuder
Isto nunca foi eu e você
Nunca eu e você
Sempre sobre você
Me faz mal uma vez? Que vergonha
Seguindo em frente, você é tão confuso
Isto nunca foi eu e você
Nunca eu e você
Nunca confie em um tolo

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Sobre rejeições

Durante minha vida inteira eu evitei rejeições. O que eu ainda não sabia é que elas eram inevitáveis. Só permiti que me alcançassem aquelas que vinham sem pedir licença, sobre as quais eu não tinha controle algum. E elas me massacravam. Por isso evitava sempre alçar vôo dos lugares mais altos. Sequer me aproximava dos precipícios. Manter os dois pés no chão, bem fixos, era a maneira mais eficaz de evitar a queda. Não consigo imaginar quantas oportunidades perdi. Quantas pessoas deixei de amar. Quantas vidas poderia ter tido se tivesse arriscado e me permitido tentar. Escolher aquele atalho bonito, ao invés do velho caminho de terra. Dizer um "olá" àquele que poderia se tornar meu melhor amigo, ou o meu grande amor. Escolher aquele trabalho, ir àquela festa, assistir àquele filme, dizer "sim" e "não" com a mesma frequência. Eu poderia ter sido qualquer um. Poderia ter tido qualquer coisa. Mas escolhi ser assim... Apenas eu mesma. Com medo de tudo e, principalmente, com medo de não conseguir. Apavorada com a ideia de não ser aceita. De receber um "não" ou de ter uma porta fechada bem no meu nariz. Evitar as rejeições dos outros fazia com que eu evitasse ser rejeitada por mim mesma. E essa definitivamente era a rejeição mais dolorosa de todas. Mas talvez um dia eu poderia criar coragem e caminhar até o precipício, sem olhar para baixo e hesitar, e conseguir tirar os dois pés do chão. Ou talvez eu continuasse sempre assim, presa em terra firme, esperando um vento forte vir e me levar.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Forrest Gump


Forrest Gump é um filme de 1994 e conta a história de um homem com o mesmo nome, meio maluco que sai conversando com qualquer um que encontra no ponto de ônibus e contando sua própria vida para os estranhos. À primeira vista o filme não tem nada de especial, mas não é atoa que qualquer pessoa que já o tenha assistido faça uma propaganda muito boa dele. Assim como o show de Truman contém algumas partes engraçadas, não tão sérias, mas outras tão profundas que nos deixam pensando sobre aquilo por dias. Um filme genial. 

A vida é como uma caixa de chocolates, você nunca sabe o que vai encontrar...

Forrest Gump era um garoto doente, que vivia com aparelhos nas pernas e não podia andar muito bem, e que tinha um cérebro que funcionava muito mais lentamente que o das outras pessoas. Ele era, sim, inteligente, mas demorava a assimilar algumas coisas e levava tudo ao pé da letra. Vivendo sozinho com a mãe, ele não tinha outra companhia que não fosse ela. Juntando todos esses fatores à sua aparência Geek, Forrest sofria de constantes humilhações, era perseguido pelos garotos do colégio e não tinha nenhum amigo. É então que ele conhece Jenny, uma garotinha loira e gentil, que passa a ser sua única e melhor amiga.

Você tem que fazer o melhor com o que Deus te deu.

Forrest é chamada de idiota a vida inteira, o que deve ter sido um tanto quanto frustrante. Em algumas partes do filme ele pensa e age de maneira tão absurda que pensamos "ele é mesmo um idiota!". Mas provavelmente um idiota que nasceu com o rabo virado para a lua. De inválido a um dos melhores corredores já vistos, depois jogador de futebol americano, militar e salvador de várias vidas, profissional em ping pong e celebridade, dono de um barco e comerciante de camarões, milionário e cortador de grama... A vida de Forrest passou por todos os rumos possíveis, o que é bastante cômico. 

Jenny em sua época hipponga e Forrest militar.

As mesmas mudanças drásticas acontecem com o grande e eterno amor de sua vida, Jenny. Era só uma garotinha assustada na infância, que perdeu a mãe e teve que lidar com um pai violento. Depois passou a viver com a avó num trailer, entrou numa faculdade só para garotas, foi expulsa da faculdade e começou a cantar num clube noturno, depois virou hippie, depois festeira... Essa mulher já foi de tudo e pulou de estilos completamente diferentes com muita facilidade. E assim como Forrest passava de uma coisa a outra sem deixar de ser chamado de idiota e sendo muito sortudo, também haviam duas coisas que não abandonavam a coitada: apanhar de homens e usar drogas. Jenny é uma das personagens mais intensas do filme. Essa espécie de carma a seguiu a vida inteira e posso imaginar como deve ser doloroso pensar ter encontrado um cara certo e apanhar dele, assim como apanhava do próprio pai na infância. Era como se não pudesse confiar em nenhum homem. E também entendo as mudanças constantes e drásticas em seu estilo: uma pessoa que ainda não sabe do que gosta deve experimentar de tudo. Jenny sempre foi perdida, sem rumo e sem saber quem realmente era, e se sentia deslocada em qualquer lugar que fosse. Sentia-se como se não pertencesse a lugar algum, e provavelmente é aí que as drogas entram; para fugir da realidade e fugir de si mesma. Jenny até mesmo tenta se matar, mas não consegue. Algo dentro dela a dizia que ainda encontraria um lugar onde pertencesse e pudesse se sentir em casa, mesmo que não passasse de uma ilusão. 

"Querido Deus, me transforme num pássaro para que eu possa voar para muito longe daqui", disse Jenny num determinado ponto do filme. 

Outra aspecto do filme que gosto bastante é a relação de Forrest com seus amigos. Primeiro o companheiro de guerra que só sabia falar de camarão, um verdadeiro papo ruim. Ainda assim, o único amigo de Forrest naquele período tão conturbado e a quem prometeu iniciar juntos um negócio na indústria do camarão. E o tenente Dan, que fica ainda mais maravilhoso quando deixa o cabelo e a barba crescer (risos). O tenente é outro personagem bastante intenso e cheio de conflitos como Jenny. Ele acredita que a morte era seu destino na guerra e ser tirado desse destino lhe parecia algo absurdo. A dor que sentiu deve ter sido esmagadora: perder seu cargo, sua independência e sua saúde, passando a ser visto como "monstro" e "inválido". Vivia em festas tentando encontrar distração em vícios, mas nenhuma droga ou prazer temporário é capaz de preencher o vazio de uma alma. Ao mesmo tempo que odiava Forrest por tê-lo salvado e condenado a uma vida de sofrimento, passa a enxergá-lo como um grande amigo. Num determinado ponto briga com Deus, com quem não havia estado bem desde a tragédia na guerra, e depois as palavras do próprio Gump se encaixam perfeitamente: ele nunca havia dito aquilo claramente, mas depois daquele dia havia feito as pazes com Deus. 


O amor de Forrest por Jenny era um tanto quanto platônico. Ele até mesmo deu o nome dela a um barco! Ela sempre o viu como um irmão que precisava de proteção e rumo e por isso todo o conselho que o dava era, em qualquer situação de perigo, simplesmente correr. Foi tudo o que Forrest fez, e foi assim que alcançou o sucesso. Forrest estava sempre lá por ela, mas Jenny nunca o enxergava. Sempre a protegia, mas ela não sabia demonstrar gratidão. Sinceramente, Jenny sempre foi uma despirocada que fazia o que dava na telha e acredito que, à sua maneira, ela se sentia grata a ele e o amava de alguma forma. O fato é que ela não acreditava que valia qualquer esforço ou amor vindo dele. E é aquela velha história de que quem não ama a si mesmo não é capaz de amar mais ninguém. Ele nunca exigiu absolutamente nada dela e simplesmente vê-la sorrir o deixava em paz. Esse é tipo mais genuíno de amor que pode existir. 
O que acho interessante é que, quando questionado por que e para onde corria tanto, Forrest não tinha uma resposta concreta. Ele não se preocupava muito com o destino; apenas corria. E às vezes, em nossa própria vida, é tudo o que temos que fazer. Correr e deixar que nossas pernas nos guiem para lugares inimagináveis, sem muitas expectativas e sempre em movimento. O movimento é o que faz a vida. 
Para finalizar, algumas frases muito marcantes do filme:

A vida é como uma caixa de chocolates, você nunca sabe o que vai encontrar...

A minha mãe sempre disse que você tem que colocar o passado para trás antes que possa seguir em frente.

“Eu não sei se mamãe está certa, ou se o Tenente Dan é que está. Não sei se cada um tem um destino ou se só flutuamos sem rumo, como numa brisa... Mas acho que talvez sejam ambas as coisas. Talvez as duas coisas aconteçam ao mesmo tempo.”

"É engraçado o que um jovem consegue se lembrar. Porque eu não me lembro de quando eu nasci. Nem do que ganhei no meu primeiro natal. Nem de quando fui no meu primeiro piquenique mas,me lembro da primeira vez que ouvi a voz mais doce do mundo; nunca tinha visto nada mais belo em toda minha vida. Ela parecia um anjo."



"Eu não sei se cada um de nós tem um destino,
ou se nós estamos todos voando acidentalmente por aí como uma brisa,
mas eu, eu penso que talvez sejam os dois.
Talvez os dois estejam acontecendo ao mesmo tempo.
Eu sinto sua falta, Jenny. E se houver qualquer coisa que você precise,
eu não estarei longe de você."

"Eu posso não ser muito esperto, mas eu sei o que é o amor!"

terça-feira, 22 de julho de 2014

Os mais lindos clipes em preto e branco

Novamente essa é uma lista feita exclusivamente de acordo com o meu gosto, sem ordem específica e reunindo alguns clipes que eu considero maravilhosos, e em preto e branco. Certamente me esquecerei de alguns e deixarei muitos de fora (algumas bandas parecem adorar esse estilo), ou simplesmente porque selecionei apenas os principais ou essa lista seria interminável, e também há o fato de que o critério utilizado por mim para construir essa lista é de que sejam clipes e músicas com um teor mais romântico e dramático. Acredito que imagens em preto e branco reforçam ainda mais essa atmosfera melancólica e com algumas cenas bonitas e uma trilha sonora perfeita, são capazes de nos arrancar lágrimas.

I don't believe you - Pink
Essa música é provavelmente a mais bonita já feita pela cantora (que tem muitas outras excelentes). As imagens do clipe são de cortar o coração, mas belíssimas ao mesmo tempo. A letra da música é quase uma lição de vida.



Eu não me importo

Eu realmente não me importo

É como se você fosse um balanço, e eu sou a criança que cai

É como brigamos, as vezes em que choro, que estouramos

E todas as noites, a paixão está lá, então deve estar certo, certo?

Eu não me importo

Eu continuo não me importando mais

É como um desses sonhos ruins

Quando você não pode acordar

Parece que você desistiu, você teve o suficiente

Mas eu quero mais, eu não quero parar

Porque eu sei que você estará por perto, certo?

Então não me deixe esperando e vendo eu cair

Porque eu realmente não me importo com tudo isso

Não, eu não acredito em você

Quando você diz que não vem mais

Eu não vou lembrar você

Você disse que não iríamos nos separar

Não, eu não acredito em você

Quando você diz que não precisa mais de mim

Então, não finja

Não me amar mais

Porque eu não acredito em você

Flower - Kylie Minogue
Eu sinceramente ainda não descobri o que me encanta mais: a própria música, ou o clipe. Tão delicada, bonita e calma... Uma música realmente adorável. E quanto as imagens... Arrisco dizer que é o clipe mais bonito dessa listinha feita por mim. De muito bom gosto, simples e sensível. Um verdadeiro deleite aos olhos!


Enrolada num cobertor de esperança

Adormecida numa cama de sonhos

Eu passo para a eternidade

Não foi o que eu poderia ter sido

Não mesmo, pois quem sabe

Para onde o vento vai soprar?
Estou esperando pelo seu suave sussurro

Um ato de equilíbrio

Imaginando o momento em que posso estar

Olhando no fundo dos seus olhos

Por enquanto um mistério

Ou nem isso, pois quem sabe

Para onde o vento vai soprar?

Estou esperando pelo seu suave sussurro

Dois corações

Nas mãos do tempo

Seu amor transborda para o meu

Estarei para sempre com você

Darei a você tudo o que eu sou

Quero que você entenda

Que somos eu e você juntos

Criança distante, minha flor

Você está sendo levada pela brisa?

Você pode me sentir?

À medida que eu sopro vida dentro de você

Em pouco tempo, minha flor

Em algum lugar em um nevoeiro no deserto

Sei que um dia você irá me surpreender


Carry you home - James Blunt
James Blunt já é conhecido por suas músicas extremamente românticas e cheias de emoção, uma mais bonita que a outra. Carry you home é uma das que eu mais admiro por ser tão linda, forte e intensa. O clipe tem toda uma atmosfera melancólica e com imagens tão belas quanto essa música de tirar o fôlego.


Problema é o seu único amigo e ele está de volta novamente

Deixa seu corpo mais velho do que ele realmente é

Ela diz que é hora de ir embora

Ninguém tem muito a dizer nessa cidade

O problema é que o único caminho é para baixo

Se ela tivesse asas ela voaria para longe

E outro dia Deus lhe dará algumas

O problema é que o único caminho é para baixo

Forte como você estava, suavemente você vai

Estou vendo você respirar pela última vez

Uma canção para seu coração, mas quando ele está silencioso

Eu sei o que isso significa e eu vou te levar pra casa

Eu vou te levar pra casa

Adolescents - Incubus
Incubus é uma banda consagrada e maravilhosa. Adolescents não tem um clipe tão especial quanto os outros na lista, já que mostra apenas a banda num performance, mas o ponto alto é a música em si. Como não cantar junto? Como não se arrepiar? 


Estou me sentindo fora dos limites

Estou ficando sem tempo

Eu sei que não há tal coisa como eles, mas

Isso não me faz sentir melhor

Estou me sentindo sobrecarregado

Está ficando fora da linha

Eu sei que não estou sozinho

Apenas adolescentes, você e eu

Isso não me faz sentir melhor

Longe de vista, enlouquecido

Nós estamos sem tempo

Estamos enlouquecidos


I don't love you - MY Chemical Romance
Essa foi a primeira música da banda que conheci e foi amor à primeira vista. O clipe é adorável e um pouco bizarro, mas indiscutivelmente tocante. A música também arranca arrepios, assim como a letra cheia de significado. Como não amar um casal tão diferente? E como não se apaixonar por Gerard Way tão novinho e fofo?


Quando você partir

Não pense que vou tentar fazê-la ficar

E talvez quando você voltar

Eu terei saído para encontrar outro caminho

Afinal, depois de todo esse tempo que me tomou

Você ainda é essa inútil que eu nem conheço

Então pegue suas luvas e vá embora

É melhor ir embora

Enquanto você pode

Às vezes eu choro tanto por implorar

Tão doente e cansado dessa violência desnecessária

Mas, meu amor, quando te derrubarem

No chão e te jogarem pra fora

É lá que você deve ficar

Afinal, depois de todo o sangue que me tomou

Um dólar a mais é só outro golpe

Então dê um jeito em seus olhos e levante-se

É melhor se levantar

Enquanto você pode

Quando você partir

Você sequer vai se virar para dizer

Eu não te amo

Como amava

Ontem

Quando você partir

Você deveria ter coragem pra dizer

Eu não te amo

Como eu amei

Ontem

My immortal - Evanescence
Essa é uma das músicas mais lindas de todos os tempos de uma das minhas bandas preferidas. Evanescence fez parte do meu crescimento e de parte considerável da minha vida. Nos momentos em que eu nem mesmo sabia quem era, ouvir suas músicas me faziam sentir como se eu pertencesse a algum lugar. My immortal foi durante muito tempo a música que mais me emocionava e tocava. Ainda tem esse mesmo efeito sobre mim, embora agora existam outras. O clipe é maravilhoso, a música é perfeita e toda essa combinação não podia dar em nada além de muito sucesso. A letra é uma verdadeira poesia!

 
Estou tão cansada de estar aqui

Reprimida por todos os meus medos infantis

E se você tiver que ir, eu desejo que você vá logo

Pois sua presença ainda permanece aqui

E isso não vai me deixar em paz

Essas feridas parecem não querer cicatrizar

Essa dor é muito real

Há simplesmente tantas coisas que o tempo não pode apagar

Você costumava me cativar pela sua luz ressonante

Agora eu estou limitada pela vida que você deixou para trás

Seu rosto assombra meus únicos sonhos agradáveis

Sua voz expulsou toda a sanidade em mim

Eu tentei tanto dizer a mim mesma que você se foi

Mas embora você ainda esteja comigo

Eu tenho estado sozinha todo esse tempo

Quando você chorou eu enxuguei todas as suas lágrimas

Quando você gritou eu lutei contra todos os seus medos

Eu segurei a sua mão por todos esses anos

Mas você ainda tem tudo de mim

Darkside of the sun - Tokio Hotel
Tokio Hotel me trás uma nostalgia tão grande que não há como descrever. Há alguns anos atrás eu pirava só de ouvir qualquer música deles. Com o passar do tempo o entusiasmo diminui, mas de vez em quando ainda ouço e sinto muita saudade. Apesar de toda extravagância e o alto grau de "emice", eles indiscutivelmente mandam muito bem! O clipe mostra imagens de um show (que por sinal parecia incrível) e a música tem aquela característica marcante deles, intensa e que parece trilha sonora de filme.



Na tv, no seu rosto, na rádio
É uma revolta.
Eles dizem não
Nós somos

Nas cidades, nas ruas, ao redor do globo

Eles transformam tudo o que você ama em uma proibição
Do berço até a melhor parte do show 

Nós somos

A histeria do rádio

Você vai aguentar a dor

Quando eu estiver ao seu lado?

Você vai me seguir

Na noite?

Eles não vão nos pegar,

Nós ficaremos bem

E um dia

O lado escuro vai brilhar...

When rou're young - 3 Doors Down
3 Doors Down sempre foi e sempre será uma banda perfeita. Não importa quanto tempo passe, suas músicas continuarão sendo verdadeiros vícios e tão características que é impossível confundi-los com outro grupo. O clipe praticamente ilustra o que é dito na letra da música, com a qual eu me identifico muito (e imagino que muitos outros jovens também se identifiquem, ou já tenham se identificado um dia). É como se a banda colocasse em palavras e em música os sentimentos mais profundos que a maior parte das pessoas já teve.


Tão longe de saber para onde estou indo

E me esforçando para descobrir quem eu sou

Todos dizem que eu não sei o que estou fazendo

Eu digo que eles dificilmente entenderiam

Você dá o que você dá porque eles te obrigam

Preso dentro de um lugar que não vai te tirar

Eles querem que você seja o que eles te obrigam

Já está feito e acabado

Quando você é jovem

Tudo parece perfeito

Tudo está bem

Tudo vai ficar melhor agora

Pelo menos é o que eles dizem

Mas não vejo isso acontecendo

Os dias parecem mais longos

Eles dizem que é melhor desse jeito

Espero que um dia eu seja mais forte do que eu sinto

E eu espero que seja diferente de hoje

Porque eles não conseguem se lembrar

O que eu nunca vou esquecer?

Como esses sonhos podem ser desfeitos

Quando você é jovem

Guardian - Alanis Morissette 
Alanis é outra cantora maravilhosa e dona de músicas muito marcantes. O clipe de Guardian mistura partes em preto e branco e coloridas e mostra Alanis como um anjo observando, cuidando e ajudando as pessoas à sua volta. Não é muito difícil vê-la como um anjo da guarda, sendo tão linda e dona de uma voz incrível. A letra também é um amor!



Você, você que tem sorrido quando está sofrendo

Você que tem batalhado em meio ao profano

Eles estavam distraídos e isolados

Então por que você falaria comigo

Tais palavras foram desonrosas e em vão

Suas promessas tão sólidas quanto uma névoa

E onde estava seu vigia, então?

Agora, não é mais preciso sorrir em meio à tristeza

Não é mais preciso administrar o que não é administrável

Não é mais preciso ficar parado em meio à tempestade de granizo

Agora entra sua vigia

Serei sua protetora para o resto da vida, como sua guardiã

Serei sua guerreira de proteção, sua primeira sentinela

Serei seu anjo de plantão, estarei no aguardo

A maior honra de todas, como sua guardiã

See a little light - Belinda
Outra que me enche de nostalgia. Belinda é uma cantora maravilhosa em todos os sentidos possíveis, mas nunca me comoveu tanto quanto nessa canção. Canção que inclusive me deu muita inspiração na escrita, pela sua profundidade e pelo clipe incrível. A música é cheia de melancolia e o clipe mostra uma garota que vive sob pressão dos outros, nunca é boa o suficiente e se encontra sozinha e desolada num mundo literalmente preto e branco. 


Fico sozinha em meu quarto

Cada momento passando tão rápido

Assistindo as velas queimarem durante a noite

Caio em um sonho

Acordo e é tudo a mesma coisa

Segundos mais velha, mas sozinha como uma criança

Se você apenas me der um sinal

Para viver e não morrer

Ouço o relógio tiquetaqueando

Em uma vida que poderia ter significado

Se eu pudesse achar a luz do amor em seus olhos

Veja milhões de pessoas

Todas tão solitárias

Mas nós não temos que estar sozinhos esta noite

Então eu poderia ver uma luz no fim do túnel

Eu poderia achar parte de meus pensamentos

Eu não sei onde você está

Talvez perto ou talvez longe

Eu apenas preciso de um pouco de luz


Forgiven - Within Temptation
Não é surpresa que eu tenha deixado a melhor para o final. O conjunto do clipe, da música, da letra... Tudo faz desse vídeo o mais lindo em preto e branco que eu já vi! Sharon, vocalista do Within Temptation, possui a voz feminina mais bela que possa existir (na minha opinião, é claro). Ela é a pessoa mais próxima de um anjo que já encontrei: a voz inacreditável, um rosto com feições tão belas e um talento e personalidade admiráveis. É impossível não se sentir mexido ao ouvi-la cantar, e principalmente ao ouvir essa canção, que é a minha preferida da banda. Cheia de dor e sentimentos ainda mais profundos, a música não deixa a desejar em nenhum aspecto possível. Assim como o de Alanis, o clipe também conta com imagens coloridas. Mas é tão difícil prestar atenção nelas uma vez que a música começa a tocar, já que ao ouvir essa verdadeira obra de arte somos transportados a um lugar totalmente novo e aconchegante. Algo parecido com os braços de um anjo. 


Não pude lhe salvar desde o começo
Te amo tanto que dói em minha alma
Você pode me perdoar por tentar de novo?
Seu silêncio me faz prender o fôlego
O tempo lhe deixou para trás
Por tanto tempo eu tentei lhe proteger do mundo
Você não pôde enfrentar a liberdade por si próprio
Aqui estou abandonada no silêncio
Olhei as nuvens se amontoarem
O sol ainda não pode aquecer meu rosto
Eu sei, isso foi destinado para dar errado
Você procurava pela melhor saída
Para espantar seus demônios
Estive tão perdida desde que você se foi
Por que não eu antes de você?
Por que o destino me enganou?
Tudo se tornou tão errado
Por que você me deixou no silêncio?
Você desistiu da luta
Você me deixou para trás
Tudo o que foi feito está perdoado
Você sempre será meu
Eu sei lá no fundo