Páginas

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Arabian Nights [Game]


Arabian Nights é um daqueles joguinhos no estilo Visual Novel em que você tem escolhas e elas irão influenciar o caminho que a história poderá tomar. Já falei muito sobre esse estilo aqui e inclusive sobre alguns jogos que mais amo, como Always Remember Me e Nicole. Hoje venho para falar sobre a minha primeira experiência num joguinho desse tipo para o celular, e que me levou a um vício gigantesco!
Arabian Nights é um jogo exclusivamente para celulares e, como já era de se esperar, apenas disponível no idioma inglês. Então, volto a repetir, pra quem não entende do idioma é melhor nem passar perto: o jogo é inteiramente de diálogos e precisa ser corretamente compreendido, e nem mesmo um tradutor vai proporcionar isso com eficácia. Vale lembrar que é grátis e que qualquer um que tenha um aparelho compatível e internet no celular pode baixá-lo e jogar!

Ali baba tomando sopinha :3

De qualquer forma, as escolhas estão focados nos diálogos e nas falas de sua personagem. As escolhas nesse caso não definem especificamente o rumo da história, mas são responsáveis pelos pontos a mais com o seu par romântico. A melhor resposta dá cinco pontos, a média três e a pior, um. Esses pontos vão sendo acumulados e em momentos cruciais do jogo, como eventos dramáticos e românticos ou naqueles que você ganha uma imagem, você precisará de uma quantidade específica de pontos que são justamente esses acumulados. Os pontos também definem se você vai conseguir um final bom ou um mais ou menos, e em alguns casos se poderá ver um cenário normal ou um especial. 
Caso você só tenha dado respostas terríveis e não tenha pontos o suficiente para prosseguir, você pode consegui-los das mais diversas maneiras. Você pode comprar itens como afeição e roupas que aumentem seus pontos, porém eles só são conseguidos com dinheiro de verdade. Também pode conseguir através de uma espécie de "roleta" e você ganha um item que acrescentará pontos de afeição a determinado personagem, e se tiver sorte será o seu escolhido. Os pontos para essa roleta são conseguidos se você entrar por sete dias seguidos, fazendo amigos e jogando mini-jogos. 

Sinbad e seu olhar de cãozinho abandonado. 

No Arabian Nights existem três personagens a nossa escolha: Assad, o príncipe da cor do pecado que tem uma fama bastante sombria; Ali Baba, o ladrão e bad boy, ou Sinbad, o comerciante que só pensa em dinheiro. Dá pra perceber alguma influência nos personagens de histórias que conhecemos muito bem, certo? E ela é completamente proposital. A história é sobre uma enfermeira (nossa personagem) muito gentil que um dia recebe de um senhor paciente uma lâmpada muito antiga. Ela leva o presente para casa e acaba sendo misteriosamente sugada para dentro da lâmpada!

Assad sendo absurdamente fofo! 

A partir daí a personagem é enviada a um mundo totalmente diferente do seu e coisas estranhas começam a acontecer. Ela encontra Hardy, uma mulher belíssima que decide cuidar dela e ajudá-la em sua estadia naquele local desconhecido. Nossa personagem na verdade torna-se a partir daquele momento o espírito da lâmpada e está ali porque alguém, também possuidor da lâmpada, esfregou-a e fez um desejo. Esse desejo é responsabilidade da personagem conceder e para isso ela contará com a ajuda do Gênio.

Gracinha!

A história muda completamente dependendo do par românico que escolher. Mas algumas coisas permanecem as mesmas, como o fato do Gênio só aparecer quando lhe é conveniente e não ajudar em quase nada. Um preguiçoso! Hardy, outra personagem marcante, é provavelmente a pessoa mais gentil e importante para a personagem, e apesar de parecer ser apenas uma moça muito bonita, ela é muito mais: é na verdade um homem!
Kais é outro personagem com destaque, loirinho e com cara de bebê, quieto e tímido, uma verdadeira fofura! Ele é flautista e provavelmente no futuro ele estará disponível como par romântico também na versão em inglês. 

Uma das imagens que mais amo!

Mas voltando aos principais: comecei com Assad. Assad é um gato como todos os outros personagens, mas me cativou principalmente pela sua beleza exótica. Começamos com ele com o pé esquerdo: a princípio ele parece só um menino mimado, arrogante e agressivo e com uma péssima fama. Depois vai deixando seu lado gentil transparecer, e vem com um bônus: seu adorável irmãozinho (que de inho não tem nada) Ameen, que é um amor. Depois parti para Ali Baba que tem uma história bastante interligada com a de Assad, embora as três em geral estejam relacionadas. Ali Baba é um tanto quanto previsível: tem um jeito durão, fama de bad boy, mas sua bondade transborda. É surpreendente um cara daquele tamanho com uma timidez tão grande, e também adorável. Ali Baba deixa claro que as aparências a seu respeito enganam desde o primeiro momento e dá pra imaginar que de vilão ele não tem nada. Por fim, Sinbad: um cara muito bonito, gentil, mas que está bem longe de ser perfeito. Sinbad aparentemente é só um comerciante muito viajado, cheio de histórias para contar, que só se preocupa com dinheiro e é um mercenário de mão cheia. De qualquer forma, a história de Sinbad é a mais complexa de todas e certamente a que mais me surpreendeu. Fiquei bastante contente de tê-la deixado por último e fechado com chave de ouro! 

Beija, beija, beija!

Depois de finalizadas todas as histórias é possível ver como elas se conectam e fazem muito mais sentido. A história é claramente fantasiosa, mas envolve mistério, romance e algumas partes bastante divertidas. É um jogo muito leve no quesito romance, porque o máximo que acontece são uns beijinhos aqui e ali. As imagens também não são lá as mais incríveis que já vi, mas a história faz valer a pena. Um amor!

domingo, 14 de dezembro de 2014

City Girl Life [Game]


City Girl Life é um joguinho da Disney no Facebook que aparentemente não tem nada de especial, mas que depois de poucos dias jogando e explorando é impossível não se viciar. É muito parecido com The Sims, principalmente o 1 (com aquela imagem simples e meio borradinha). Você também tem que cuidar das necessidades de um personagem, trabalhar, ter relações. Porém o jogo é voltado para o público feminino: a personagem é uma garota e os seus objetivos são conseguir uma vida cheia de sucesso em New York
O jogo tem diversos idiomas, mas infelizmente o português não está entre eles. Então, para as falantes de português o espanhol ou o inglês são uma boa pedida. O jogo é simples e fácil de se acostumar. Você é uma garota que acaba de se mudar para a cidade grande em busca dos seus sonhos. Tem muitas opções: pode personalizar a personagem como quiser (cabelo, pele, roupas, etc), escolhe a carreira que mais a agrada (no momento estou na carreira de autora) e personaliza sua casa também. 
As suas amigas do Facebook que também forem jogadoras de City Girl podem te ajudar nas missões mandando solicitações e presentes. Você pode visitá-las, conversar com elas e uma vez que forem amigas de alma você poderá fazer o que quiser na casa delas (até mesmo dormir em suas camas!). Você também tem as amigas que são personagens do jogo, como a Jenna, que estudou com você e está sempre te orientando nas missões. Cada missão tem um objetivo e um prêmio e você segue a partir delas o rumo da história. As missões podem ser dadas pela Jenna, pela Olivia ou qualquer outro personagem do jogo. Também existem as missões específicas da sua carreira e que te ajudam a receber promoções. Por fim existem as missões especiais, que tem tempo máximo para serem concluídas, e que são temáticas (como por exemplo as do Natal) e te rendem prêmios melhores (como roupas lindas e até mesmo um cachorrinho).


Você passa de nível de acordo com os pontos de experiência que ganha. A cada nível adquirido você ganha uma barra de ouro. O dinheiro no jogo é dividido em: os diamantes, as moedas e as barras de ouro. Todas elas compram coisas diferentes, mas algumas são mais difíceis de adquirir do que outras. As moedas são mais fáceis, já que você ganha nas missões, no trabalho e até mesmo em atividades comuns. Os diamantes você ganha votando no concurso que tem todos os dias, ganhando prêmios na roleta, etc. Já o o ouro é muito mais complicado de adquirir e é justamente o que compra os itens mais bonitos do jogo. Ou você ganha suando a camisa, ou compra com dinheiro real. 
O concurso diário é onde as moças competem para ver quem está com o melhor look. Se participar todos os dias e receber muitos votos você ganha diamantes (mais de acordo com a sua posição no ranking) e votando nas outras meninas também. Os apartamentos são desbloqueados de acordo com o número de promoções que você possui, por isso é completamente natural chegar ao topo de uma careira e ingressar em outra para desbloquear as novas casas. É possível ter pets, gatinhos ou cachorrinhos, mesmo que eles custem uma fortuna!
O jogo é divertido e uma ótima distração para quem está de férias e cheio de tédio. Para finalizar, a imagem do meu cachorrinho que ganhei numa das missões, meu xodó, Pierre:


sábado, 6 de dezembro de 2014

Candy Color Magic Pink [Hair]


Eu estava usando até então tintas da marca Exotic Colors, que se tornou uma das minhas marcas preferidas pela quantidade de opções de cores, a durabilidade e o preço acessível. A primeira vez que pintei o meu cabelo com o Rosa Sakura ele ficou roxo! Depois usei a tinta novamente e ficou rosa, embora um rosa bem particular e puxado pro violeta mesmo. 

Obs: Infelizmente, a marca Exotic não está mais disponível no mercado, mas existem outras marcas brasileiras e com preços acessíveis para quem ama o cabelo colorido.

Depois dessa experiência, deixei meu cabelo descorar bastante e fiz mais uma loucura: descolori o cabelo inteiro novamente e fui atrás do meu desejo inicial que era ficar com o tom cor-de-rosa. Para isso escolhi tentar outra marca nacional, a Candy Color. Não conhecia ninguém que a tivesse usado, mas achei críticas muito positivas na internet e decidi apostar. Escolhi o Magic Pink, que é um rosa mais forte e bem parecido com o tom que estava procurando. Apostei e fui muito feliz. A cor ficou exatamente como eu queria e depois de algumas boas lavadas, a tinta descorou pouquíssimo e tem boa duração. Também adorei a tabela de cores, embora as opções sejam menos que as da Exotic
De qualquer forma está super aprovada e espero que no futuro possa experimentar as outras colorações também. Aqui os resultados: 



Obs.2: meu cabelo está ótimo, apesar da descoloração e das frequentes tinturas. Além de ser muito resistente (sorte minha!), um cabelo constantemente hidratado e bem cuidado sofre, mas resiste a todas essas mudanças. Além disso, não é a tinta colorida que estraga o cabelo, mas a própria descoloração. Se tiver cuidado, o cabelo não cai e pode ser pintado à vontade. Apenas para desmistificar essas coisas que as mães e os cabeleireiros adoram falar. Pode mandar ver!