Páginas

sábado, 24 de dezembro de 2016

Flower Boy Ramen Shop [Drama]


O dorama conta a história de Yang Eun Bi, uma ex jogadora de vôlei que deseja se tornar uma professora, e acaba conhecendo e reencontrando rapazes que vão virar sua vida de cabeça para baixo: Woo Hyeon Woo, um menino gentil e amigável; Kim Ba Wool, o adolescente rebelde e problemático;  Kang Hyeok, o homem misterioso e cheio de peculiaridades; e, por fim, o playboy Cha Chi Soo, que é egoísta e excêntrico. 
É uma história extremamente clichê, assim como seus personagens. Eles têm perfis bem definidos e até mesmo suas particularidades não fogem ao padrão: Woo Hyeon Woo é o rapaz bonzinho e que é legal com todos, mas que passa dificuldades por causa das dívidas do pai; Kim Ba Wool é valentão e barulhento, mas muito gentil e preocupado e Cha Chi Soo, embora seja completamente mimado e arrogante, é um rapaz solitário, que não teve o carinho da família e, por isso, não sabe diferenciar o certo do errado. Dentre eles, o mais particular é Kang Hyeok, que é gentil e o típico friendzone, mas é também chef, possui alguns mistérios em relação à sua família e gosta de dormir em qualquer lugar que encontra. 


Kang Hyeok e sua suposta timidez é hilária e adorável.

No entanto, nenhum desses personagens é muito bem aprofundado. A própria protagonista, Eun Bi, é rasa e sem muita lógica em suas ações. Em alguns momentos ela é extremamente ingênua e infantil; em outros é forte e decidida. Mas é feita de extremos: ou age como uma menininha de quinze anos, ou como uma velha maluca e agressiva. Nos primeiros episódios, ela é simplesmente insuportável e provavelmente fez com que muitos desistissem do dorama. Ela não age de acordo com sua idade, não corre atrás de seus sonhos e, outro clichê, não sabe escolher quem realmente ama até o último segundo. 


Alguns dos momentos mais marcantes do dorama.

O final foi extremamente decepcionante para mim, e para muitas outras pessoas. Muitos dos personagens foram simplesmente esquecidos (também no decorrer dos episódios), não tendo sequer uma única cena explicando que fim tomaram. Outros não tiveram evolução alguma, como a Cisne Branco (ou Lírio Branco), que continuou agindo exatamente do mesmo jeito, como se não tivesse aprendido nada com os acontecimentos. O relacionamento de Chi Soo e do pai também é completamente estranho, assim como o desfecho dos dois. 


Kim Ba Wool tem um sorriso lindo e covinhas irresistíveis.

Em alguns momentos, o humor presente acabou extrapolando, porque as cenas sérias são raras, o que acabou tornando a história muito "bobinha". É um festival de clichês, extremamente previsível e com muitas pontas soltas.  
O romance principal também é raso e acontece de forma súbita e sem sentido, ao invés de ser gradual e ir evoluindo. Pessoalmente achei que os protagonistas não combinavam nem tinham química alguma (tanto fisicamente, quanto em suas personalidades). É claro que eu shippei errado, como sempre, mas não pude evitar me apaixonar por Kang Hyeok. A formação do triângulo amoroso serve para enrolar a história, já que desde o primeiro episódio fica bem claro quem ela escolherá. No entanto, gostei do jogo que ela faz com os dois e dos momentos em que ela é ousada, que são também raros. 


Essa é uma das minhas cenas preferidas. Dá uma olhada nesse corpinho!

Um dos personagens que mais me irritou foi o pai de Chi Soo, que é completamente contraditório. Ao mesmo tempo em que ama o filho e quer protegê-lo a todo custo, é frio e o afasta sempre que pode. Além disso, é difícil entender como aquele homem vivia. Para que serve tanto dinheiro, quando ele apenas ficava enfurnado em casa, vendo documentários e relaxando na banheira, com as pernas para cima o dia todo? Talvez por isso ele seja tão chato. Além dele e da própria Eun Bi, que já citei antes, a Cisne Branco é a que mais me tirou do sério, com seu jeito cínico e sonso, e sua mania de querer ter todos os homens ao mesmo tempo, mas ter ciúmes quando eles faziam o mesmo. Além disso, sua voz anasalada e o rosto que me parece feito de cera particularmente me irritaram.

Cha Chi Soo sendo kawaii.

Mesmo com todas essas falhas, é um dorama extremamente divertido e que me arrancou risadas verdadeiras. É bom para se distrair e passar o tempo, ou para dar uma "limpada" nos olhos, com tantos rapazes bonitos. E, se algo se salva em toda essa história, é o romance entre Kang Dong Joo (a melhor amiga de Eun Bi) e o treinador. Dong Joo é uma das poucas personagens com profundidade, embora não seja tão explorada e os motivos para suas ações e jeito de pensar só apareçam muito no final. No entanto, quando vemos seu passado mesmo de relance, entendemos perfeitamente por que ela é como é. O romance dos dois é duradouro, maduro na medida do possível, e que foi evoluindo gradativamente, de forma delicada e divertida. 

"Que tipo de país eu salvei na minha vida passada?" Garota de sorte!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Dandelion: wishes brought to you [Game]


Hoje vim falar sobre esse jogo incrível que tem consumido bastante do meu tempo: Dandelion, wishes brought to you. É um jogo que já conheço há alguns anos e cobicei muito, mas só pude adquiri-lo recentemente. É pago e disponível em inglês e tem muitos aspectos positivos para enlouquecer qualquer fã de Visual Novel: uma arte muito bonita e delicada, personagens carismáticos e lindos, uma história interessante e bem construída e uma trilha sonora muito bacana que inclui até mesmo as vozes dos personagens! Tem uma grande variedade de cenários e atividades disponíveis, cinco candidatos para romance e alguns finais que incluem cenas, imagens e extras com cada um dos rapazes. Não deixa a desejar em nenhum aspecto.

Algumas cenas divertidas, que quase sempre envolvem um jantar desastroso. 

Sobre a história: tudo gira em torno da protagonista Heejung, que é uma menina insegura e muito ocupada. Ela tem uma vida entediante, que se resume ao trabalho e aos estudos, sempre se esforçando ao máximo para ser boa em tudo, e por isso sacrifica seus interesses pessoais. A única coisa que ama fazer é pintar, mas tem muitas inseguranças em relação ao seu talento, além de todos os outros aspectos da vida. Isso tudo por causa da péssima relação com a mãe, que sempre depositou muitas cobranças na filha que, mesmo vivendo sozinha e se tornando relativamente independente, vive às sombras das expectativas dela. Heejung tem um único amigo, Heejae, mas tudo muda quando um dia encontra uma cesta com animais e decide cuidar dos bichinhos. Eles passam a alegrar sua vida e preencher seus dias, mas ela se surpreende quando um dia, subitamente, descobre que todos eles são rapazes!

Os rapazes em sua forma humana e animal. Uma melhor que a outra!

Os rapazes/animais são as opções de romance no jogo, que não se trata apenas de namoro, mas de dramas que envolvem ódio, amor, família, inseguranças, amadurecimento e libertação pessoal. Tem várias lições importantes e cada personagem tem um passado, dores, alegrias e profundidade em suas personalidades, que, certamente, seguem alguns clichês. No jogo, você deve conciliar suas tarefas diárias, como estudar e descansar, com outras atividades que aumentam seus atributos, que são: arte, beleza e feminilidade. O principal cenário é a casa da protagonista e cada cômodo tem uma gama de atividades disponíveis, que você vai desbloqueando aos poucos. Também existem os cenários do lado de fora, que incluem o restaurante, a cafeteria, o cinema, a livraria, a faculdade, o parque, a galeria de arte e a praia. Esses são os lugares em que você leva o seu parceiro a um encontro, tanto na forma animal quanto humana. Também existe a loja, onde você pode comprar itens para aumentar seus atributos, ou presentes para os rapazes.

Os rapazes são versáteis, e tem para todos os gostos.

Existem cenas comuns a todos os personagens, mas logo no início do jogo você tem a chance de escolher o rapaz com quem quer passar mais tempo e deve se dedicar inteiramente a ele para conseguir um final feliz. Estar com todos os meninos não leva a nada, principalmente porque você deve conseguir pontos de afeição com ele para conseguir prosseguir a história e adquirir novas cenas. Além desses pontos, que se acumulam em corações, você também tem que atender os requisitos do rapaz (cada um deles exige um determinado nível em arte, beleza e feminilidade). Em cada canto da casa é possível ver qual dos rapazes está presente, e é através de interações com ele é que é possível ganhar pontos, além das respostas certas nos diálogos. Falarei sobre cada um dos meninos separadamente: minhas impressões, comentários sobre a história e também dicas de como agradá-los. 

Jieun (o coelho bebê e adolescente sensitivo):

Jieun é adorável em todas as situações.

Jieun é o coelhinho bebê com olhos vermelhos. Ele é muito bonitinho e fofo em forma animal e humana e ama muito maçãs. Tem uma história interessante e uma forte ligação com Jihae, por isso ficamos sabemos bastante sobre ele já aqui. Jieun é adorável, mas em alguns momentos passa dos limites com sua infantilidade. Em determinado ponto, ele começa a querer se tornar independente, mas na maior parte do tempo ele é só um bebê que precisa ser carregado de um lado para o outro, especialmente por Jihae. É uma das histórias mais fáceis de se jogar, pois ele não é muito difícil de agradar e não existe um final ruim. Ele é reservado e introvertido, por isso não se pode forçar muito a barra em relação às respostas. As imagens com ele são as mais sem graça, e o romance também (que é completamente puro e infantil, assim como ele próprio). Dicas: ele gosta de vegetais, interações que envolvam seus olhos (como observar e encarar, por exemplo) e no início do jogo tem requisitos altos, mas depois tudo se tranquiliza. Basta se concentrar em aumentar os corações com ele; a maior parte dos lugares em que se encontra permitirá que você consiga muita beleza, então você deve se concentrar em conseguir o resto, especialmente arte.
Obs: foi a minha primeira escolha por ser o que menos me agradava em personalidade e aparência.

Jihae (o príncipe encantado e babá de marmanjo):

Jihae é tão bonito que chega a doer.

Jihae é uma dádiva da natureza, bonito como nenhum outro e extremamente exótico. Sua personalidade também chama atenção: é disciplinado, elegante e extremamente leal. Parece intimidador a princípio, mas depois se mostra mais aberto. Apesar de ser carinhoso e fiel, sua passividade chega a irritar. Ele se sacrifica constantemente para fazer os outros felizes e é difícil saber do que ele realmente gosta e o que realmente quer, o que o faz parecer frio e sem personalidade. Ele mima excessivamente Jieun, que é praticamente seu filho. Não é muito exigente nos requisitos nem nas respostas (gosta de basicamente tudo, o que faz dele um amorzinho), mas tem o agravante de que é preciso ter um bom relacionamento com Jieun para alcançar o final bom. O romance é um pouco frio e distante, mas bom. As imagens são lindas! Dicas: é preciso se concentrar especialmente em arte (que precisa ter pelo menos 16), ter um relacionamento bom com Jieun (um coração no mínimo), está frequentemente na cozinha e gosta de receitas. 
O escolhi em seguida porque, apesar de ser o que mais me agrada na aparência, tem uma personalidade passiva demais para mim.

Jiwoo (coelho barulhento e escritor de fanfics):

Jiwoo pode parecer bobo à primeira vista, mas é muito intelectual.

Jiwoo é um cara bastante problemático a princípio: vive gritando, ofendendo e reclamando de tudo. No entanto, é bem claro que esse é só um disfarce que ele usa sempre que se sente constrangido com algo, ou quando gosta muito de alguém. É adorável o modo como ele xinga a protagonista, porque torna mais claro que ele a ama do que se estivesse fazendo uma declaração de amor. Ele surpreendentemente ama livros e histórias de romance adolescentes. É bastante arrogante e egoísta, além de ciumento. É adorável como ele tenta seguir os manuais para fazer o relacionamento funcionar e fazer com que tudo seja perfeito. É fácil de agradar em relação aos atributos, mas um pouco confuso com as respostas certas e interações, já que ele se irrita muito facilmente. O romance é mais acalorado e maduro, uma vez que ele está sempre lendo sobre romance. Dicas: é preciso se concentrar especialmente na beleza e feminilidade, não ter nenhum coração com os outros rapazes, ele está frequentemente lendo ou vendo novela e gosta de interações que envolvam suas costas (e nunca as patas, quando animal). 
Jiwoo não me agrada tanto visualmente, mas tem uma personalidade que me prende: agressivo por fora, mas extremamente gentil por dentro. 

Jiyeon (gato sapeca e delinquente bipolar):

Jiyeon e sua carinha de sapeca.

Jiyeon é fofo e carinhoso, inicialmente o mais entre todos os rapazes. Ele é mais inteligente do que aparenta, e se fazer de bobo é uma das suas formas de manipular os outros. Esperto, malicioso e com um passado muito sombrio, é difícil entender muitas de suas atitudes até sermos capazes de conhecê-lo de verdade. É completamente viciado em laranjas, tanto quanto Jieun é por maçãs. Possui a história mais dolorosa entre todas e meu coração ficou partido na maior parte do tempo. No entanto, todas as dificuldades fazem com que a vontade de conquistá-lo cresça ainda mais e valha a pena tê-lo no fim, pois fomos capazes de o apoiar como ninguém mais. As imagens com Jiyeon são ótimas, embora as cenas sejam mais frustrantes do que felizes. Ele é fácil de agradar em todos os aspectos, mesmo que no início seus requisitos sejam altos, e parece gostar de tudo, especialmente quando animal. Dicas: gosta de tudo que seja de laranja e está frequentemente no banho, aumentar o relacionamento com ele rapidamente é fundamental, assim como coletar as estampas, pois ficamos um bom tempo sem interagir com ele.
Por ser o mais carinhoso entre eles, pensei que a história seria mais picante e romântica, mas me surpreendi completamente. Ele não é nada do que aparenta.

Jisoo (gato preto assanhado e bad boy):

Jisoo e seu olhar sádico torna qualquer uma declaradamente masoquista.

 Jisoo, entre os rapazes disponíveis, é definitivamente a melhor escolha. Além de bonito e muito direto, ele pode ser incrivelmente gentil. É excessivamente sincero, e por isso pode soar rude. É também bruto e safado, mas tudo isso faz parte de seu charme de bad boy. É o que mais apoia a protagonista em tudo, tem mais imagens e cenas, e nos traz alegrias do início ao fim. Parece ser o principal rival de todos os outros rapazes, e sempre aparece nas outras histórias tentando conquistar a protagonista. Por isso, é o que mais se esforça para ter seu carinho e parece ser o mais adequado para consegui-lo. O romance com Jisoo é o mais maduro e estruturado, além de ser ele também possuidor da história que conta com mais interações entre todos os meninos (o que realmente faz falta no jogo em geral). É viciado em comida e bastante para frente. É também dono das melhores cenas e as imagens mais bonitas. No entanto, é um pouco exigente e é, certamente, um dos finais mais difíceis de se conseguir (juntamente com Jihae). Dicas: ele requer atributos muito altos, especialmente arte (que deve ter pelo menos 20 até o fim), está frequentemente vendo comerciais na tv ou assaltando a geladeira e gosta de interações que envolvam sua barriga. 
Foi uma excelente escolha deixar Jisoo para o final, pois além de ser um dos mais bonitos, é também a melhor personalidade e história no jogo. O romance com ele é delicado e, ao mesmo tempo, mais quente. Além disso, ele rende gargalhadas em diversas cenas.

Wizard (o mago psicopata e stalker sádico):


 O mago nos desperta sentimentos de amor e ódio.

Por fim, o mago é um personagem fundamental para a história, mas não está entre as opções de romance. Ele é o motivo de tudo e é cheio de mistérios que, de fato, só se esclarecem quando todas as histórias são completadas. Apesar de ser o vilão e aparentar louco e sádico, ele é, para mim, o candidato mais ideal para ficar ao lado de Heejung. É o que devota a ela o amor mais forte, embora contraditório como ele mesmo. Sua personalidade e seus sentimentos misturam amor, ódio, repulsa, desejo, e ele, assim como todas as pessoas, não é inteiramente mal, nem inteiramente bom. Me encantou conhecer sua história e seu amor quase doentio pela protagonista, mas que, no fundo, possui também sua beleza. 
Não me conformo que a história dos dois não tenha sido devidamente explorada. Pelo menos fica em aberto para a imaginação...


Uma das cenas mais bizarras e engraçadas recriada com bichinhos. 

É preciso conseguir 30 estampas (carinhas dos personagens) nos encontros até o final do jogo, pois elas desbloqueiam imagens extras e especiais. Os finais ruins sempre incluem o melhor amigo de Heejung, Heejae. É legal notar como todos os nomes se parecem, especialmente o dos meninos (eu tive bastante dificuldade para saber quem era quem). Os presentes que agradam os rapazes são os mais variados, mas todos gostam da flor dandelion. Ao concluir todos os finais felizes, é possível desbloquear o final do mago. Embora se apoie em  clichês dos jogos de romance, tem muitos diferenciais e é bastante cativante. O jogo é bastante longo, o que pode ser um ponto positivo ou negativo. Os finais são rápidos e vagos, mas o decorrer da história é impecável. Minha parte preferida são as vozes, todas em coreano, que nos faz sentir como se estivéssemos vendo um dorama, ou interagindo com eles diretamente. 

Bônus: 
O biquíni, mesmo que caro, é fundamental. Cada rapaz tem uma reação ao vê-lo <3