Páginas

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Ai wo Utau Yori Ore ni Oborero [Drama]


É um drama japonês inspirado no mangá de mesmo nome (e também chamado de Ai Ore!) e tem como título em inglês "Be crazy about me". Eu confesso ter resistido bastante ao mangá, já que seus traços não me agradaram nem um pouco, mas como o drama é tão curtinho e de certa forma "raso", senti a necessidade de conhecer um pouco mais a história e por fim ignorei meus caprichos e decidi ler. O que foi uma decisão bastante sábia, já que existem tantas diferenças. 

Akira e Mizuki em carne e osso.

Sobre o drama, a história é basicamente a mesma do mangá, mas condensada e modificada em muitos aspectos simplesmente porque o meio de veiculação pede. Mizuki não parece tanto assim um garoto e é linda e Akira é extremamente feminino, mas nada que saia do padrão dos japoneses (risos).

Blaue Rouse e suas lindas (ou lindos?) integrantes.

As meninas da banda são maravilhosas e eu me vi apaixonada por praticamente todas (mesmo que a maioria tenha sido tão secundária). As roupas, o estilo mais dark e lolita, tudo me encantou e me transportou a um universo que me interessa bastante. Imagine uma escola daquelas, cheia de meninas lindas e cheias de estilo; onde o que aqui é considerado bizarro, lá seria considerado não só normal, mas o mais certo... Confesso que a única parte que me desagradaria seria a falta de rapazes. Não posso deixar de dizer que as meninas da escola, apesar de lindas e charmosas, não passam de crianças. O fanatismo me irrita (elas perseguem a banda da escola e seus integrantes a níveis extremos) e passa uma impressão de decadência. Parece que nenhuma delas tem vida própria, enfim. De qualquer forma as meninas da Blaue Rose deviam amar toda a atenção que mereciam, pois quem não gostaria de ser o centro das atenções do colégio de forma positiva? Numa das primeiras cenas a banda é mostrada se apresentando num show e eu gostei bastante. À primeira vista confundi todas elas com rapazes, o que mostra que a intenção foi realmente alcançada.

Como não se encantar com essa criatura?

Sobre a escola de rapazes que Akira estuda, eles são tanto quanto ou mais infantis e lunáticos que as meninas. Primeiro por insistir em ver Akira como uma garota simplesmente porque ele se parece uma. A venda de fotos, acessórios e tudo relacionado a ele me parece doentio, apesar de muito cômico. Akira é um menino com muita paciência, pois eu em seu lugar não suportaria tanta bajulação de macho e as constantes investidas. De qualquer forma, apesar de resistir e tentar demonstrar o contrário, ele parece apreciar se vestir de garota e coisas do tipo. Normal. A parte mais engraçada (e a minha preferida) é a do presidente e seu amigo que vivem inventando absurdos por Akira e nos proporcionam algumas boas gargalhadas. Sobre o romance, é muito pouco desenvolvido provavelmente por causa do tempo. Não dá nem pra torcer muito pra que fiquem juntos. Percebe-se um certo climão entre Kaoru e Mizuki e eu gostaria que isso tivesse sido explorado mais. Tenho certeza que todos que assistiram, assim como eu, torceram secretamente para as duas formarem um casal.

Mangá. Impossível decidir quem é quem, certo?

Quanto ao mangá: apesar dos traços, a história me agrada. Obviamente todos os pontos citados por mim acima são muito melhor abordados nele, o que torna tudo mais interessante e cativante. Os personagens também são muito diferentes e certamente a caracterização física é muito importante (e quase impossível de ser conseguida num universo fora o do mangá). Por exemplo, é impossível ver Mizuki como uma garota; até com roupas femininas, ela é absurdamente masculina. Akira também se parece muito com o sexo oposto, mas em alguns momentos podemos vê-lo com traços um pouco mais masculinos, o que faz com que a situação de Mizuki esteja realmente em outro nível. Logo no início já notamos uma diferença marcante no enredo: Akira e sua participação na Blaue Rose e, no decorrer da leitura, diversas outras diferenças surgem. Vale dizer também que o mangá é bastante ousado e tem muitas cenas mais picantes, diferentemente do drama, que mal tem cenas de romance.  

 Lindinhos.

De qualquer forma é importante falar que esse é um romance como qualquer outro, apesar do diferencial da protagonista se parecer com um menino e o protagonista se parecer com uma menina. Eu, apaixonada por escrever, fico particularmente decepcionada que a história não seja vista de uma ótica mais social e aprofundada, mas reconheço que doramas e mangás não são os veículos apropriados para isso, principalmente por não ser compatível ao público a que se dirige. 
Enfim, recomendo muito. Divertido, fofo e interessante!

Miau!

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

The Civil Wars [Music]


The Civil Wars é uma dupla americana que teve seu primeiro álbum lançado em 2011. Suas canções são do estilo folk; a maioria é bastante romântica, tocante e gostosa de ouvir. Tanto Joy quanto John são cantores e compositores muito competentes. O trabalho dos dois é impecável em todos os aspectos e não há quem os ouça sem reconhecer isso. As letras são lindas, as melodias mais ainda e a combinação de suas vozes formam um conjunto incrível que agrada tanto aos ouvidos quanto a alma. Eles também fizeram vários covers de músicas muito consagradas, como Billie Jean do Michael Jackson e You are my sunshine do Johnny Cash. Também fizeram parcerias de músicas, incluindo a belíssima Safe and Sound com Taylor Swift


Mas como nem tudo são rosas, a má notícia vem depois. The Civil Wars entrou em hiato em 2013 e ninguém sabe ao certo quando voltarão, ou se voltarão. O que é realmente uma pena e nos faz torcer com todas as forças para que eles se reúnam novamente e continuem fazendo esse trabalho tão belo. No entanto, eles seguem suas carreiras individualmente. Joy, por exemplo, já tem muitas músicas e clipes lançados. Inclusive, uma parceria com a Hayley Williams, do Paramore, que é deliciosa de ouvir. 


É interessante como todas as músicas da dupla são tocantes à sua maneira. Algumas são trágicas, outras mais alegres, mas todas indubitavelmente melancólicas. As temáticas, as letras, o jeito de cantar; tudo transmite uma emoção pura e contagiante, e faz com que as pessoas cantem junto, se identifiquem, chorem e sintam, acima de tudo. E aqui estão as minhas preferidas: 

Poison & Wine



Você apenas sabe o que eu quero que você saiba
Eu sei tudo o que você não quer que eu saiba
Sua boca é um veneno, sua boca é um vinho
Você acha que seus sonhos são os mesmos que os meus 

Eu não te amo, mas eu sempre amarei
Gostaria que você me segurasse quando eu viro as minhas costas
Quanto menos eu dou, mais eu recebo de volta
Suas mãos podem curar, suas mãos podem ferir
Eu não tenho escolha, mas eu continuarei escolhendo você 

Eu não te amo, mas eu sempre amarei
Eu sempre amarei


The one that got away


Eu nunca quis nos deixar nessa profundidade
Eu nunca quis que isso significasse alguma coisa
Eu queria que você tivesse sido
Queria que você tivesse sido aquele que foi embora 

Eu fui pego pela perseguição
E você teve alta em cada joguinho
Eu queria que você tivesse sido 

Queria que você tivesse sido aquele que foi embora 
Eu sinto falta do jeito que você me queria
Quando eu estava hospedado apenas fora de seu alcance
Implorando pelo menor toque
Você não pode obter o suficiente 

Fique longe de mim
Antes que mais alguém tenha que sangrar
Se eu pudesse voltar no tempo 

Quando você só me segurou em minha mente
Apenas um desejo que desaparece sem deixar rastros
Eu queria que eu nunca jamais tivesse visto o seu rosto
Eu queria que você tivesse sido
Queria que você tivesse sido aquele que foi embora



Dust to dust



Não são os seus olhos
Não é o que você diz
Não é o seu riso que te denunciam
Você está apenas sozinho
Você esteve sozinho por muito tempo 

Toda a sua atuação
Seu fraco disfarce
Todas as suas mentiras perfeitamente contadas
Elas não me enganam
Você esteve sozinho por muito tempo 

Você manteve sua cabeça erguida
Você lutou a luta
Você carrega as cicatrizes
Você cumpriu o seu tempo
Me escute
Você já esteve sozinho por muito tempo 

Me deixe entrar nesse muro que você construiu ao seu redor
E nós podemos acender um fósforo e queimá-lo
Me deixe segurar sua mão e dançar em volta das chamas
Na nossa frente
Do pó ao 

Você é como um espelho que me reflete
É preciso um para reconhecer o outro, então pegue isso de mim
Você esteve sozinho
Você esteve sozinho por muito tempo
Nós estivemos sozinhos
Nós estivemos sozinhos por muito tempo


Same old same old 


Eu quero deixá-la
Quero perder a gente
Eu quero desistir
Mas eu não vou
Eu quero sentir falta disso
Eu quero ficar magoada
Eu quero fugir
Mas eu não vou
Eu vou quebrar as coisas
Eu vou ultrapassar limites 
E vou fazer você acordar
Porque você não vai
Eu vou citar nomes
Vou declarar nosso fim
Vou dizer isso
Se você não o fizer
Oh, eu não quero brigar
Mas eu vou brigar com você
Se eu precisar
Eu te amo?
Oh, eu amo
E te amarei até eu partir
Mas se você acha que eu posso ficar nessa
Mesmice
Bem, eu não vou

Não vou


D'Arline



D'arline, espero que esta o encontre bem
Há muito estou morrendo de vontade de dizer, mas
Pequenas coisas não ditas
Que eu não posso ter em minha cabeça, mas
Só para você saber
Você vai sempre ser o único
Sempre ser o único
D'arline, o que eu faço agora?
Não posso viver com ou sem você, mas
Eu poderia te esquecer
Mas por favor não me pergunte
Só para você saber
Você vai sempre ser o único
Mesmo quando você não está
Você vai sempre ser o único
Mesmo quando você se foi
Você sempre disse que você quer que eu seja feliz
Mas a felicidade foi ter você aqui comigo
Você vai ser sempre esse que está de pé no meu caminho
E está tudo bem
Você vai sempre ser o único
D'arline, se eu soubesse
Para onde enviar esta carta



Bônus: 
Hate to see your heart break (Paramore feat Joy Williams)


Não há uma única palavra
Em todo o mundo
Que poderia descrever a dor
A faca cega apenas serrando para frente e para trás
E rasgando a pele mais macia que já existiu
Como você saberia?
O amor acontece o tempo todo
Para as pessoas que não são gentis
E para heróis que são cegos
Esperando roteiros perfeitos em cenas de filme
Quem iria querer um mistério desconfortável e silencioso?
Como você saberia?
E eu, eu odeio ver o seu coração se partir
Odeio ver seus olhos ficarem mais escuros conforme eles se fecham
Mas eu também já estive nessa situação
Por todo o ar que está em seus pulmões
Por toda a alegria que ainda está por vir
Por todas as coisas que você está vivo para sentir
Apenas deixe a dor lembrar que corações podem ser curados

Em breve post só sobre a Joy <3